quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

O salário de Mano Menezes e o salário de Luxemburgo.

Uma das edições desse ano da Revista Placar revelou os salários mais altos do futebol brasileiro. Há alguns dias, jornais estamparam quanto dinheiro Vanderlei Luxemburgo supostamente pediu para continuar no Santos. Ontem e hoje, são os ganhos de Mano Menezes no Corinthians que vieram à baila.

O que pergunto é: a quem interessa o salário desses profissionais?

Por que ir atrás desses valores? O que muda no mundo o fato de saber quanto ganham os jogadores e técnicos de futebol? Isso não deveria ser sigiloso? Aliás, acho que é.

Digo isso por três motivos:

1- os que têm seus altos salários divulgados viram alvos de criminosos seduzidos por esse dinheiro;

2- a torcida, sempre passional, pode dizer "você ganha 200 mil por mês e o time não ganha, seu vagabundo?"

3- há quem afirme que "ao invés de pagar X para esse técnico/jogador, por que não divide esse valor em mais atletas qualificados?"

Por isso, proponho aos que divulgam esses salários que divulguem seus rendimentos mensais.

Afinal, se eles acham correto divulgar o quanto recebem outras pessoas, não devem ver problemas em divulgar seus soldos.

E os leitores/ouvintes, muitas vezes inundados por chavões, mesmismos e indigência da informação, podem saber quem faz valer seu salário e quem ganha mais que deve.



2 comentários:

Braitner Moreira disse...

É a incansável luta pela notícia em primeira mão. Não importa quem, como ou por quanto tempo será atingido, o importante é noticiar antes da concorrência.

Por mal... ou por mal.

Bill disse...

Eu mesmo não sinto interesse nessas informações. Mas as entendo, apenas sob o argumento de que sim, é possivel auferir o planejamento e o caixa de um time, atraves de seus salários e premios. Diria que são métodos heterodoxos de o jornalista conseguir o retrato das finanças d eum time. abraço, Leandro Iamin