sábado, 22 de setembro de 2007

Nottingham Forest

Uma cena inusitada marcou a repetição do jogo entre Nottingham Forest e Leicester City, pela segunda fase da Copa da Liga Inglesa, nesta terça-feira.

O Leicester concedeu deliberadamente um gol ao Forest logo no início da partida, já que perdia por 1 a 0 quando o jogo original foi suspenso, dia 28 de agosto.
Na ocasião, a partida foi cancelada no intervalo, depois de o defensor Clive Clarke, do Leicester, sofrer um colapso cardíaco no vestiário. Clarke, que está emprestado ao Leicester pelo Sunderland, precisou ser socorrido com um desfibrilador antes de ser levado ao hospital, onde recuperou a consciência.

Em uma demonstração de fair play, o Leicester permitiu que o Forest restabelecesse a vantagem que tinha antes da suspensão. O goleiro do Forest, Paul Smith, fica com o primeiro gol de sua carreira para as estatísticas. O Leicester acabou vencendo por 3 a 2 e vai visitar o Aston Villa na terceira fase, dia 26.

* * *
Atualmente na League One (a 3ª divisão inglesa), o Nottingham tem um passado glorioso, com 2 títulos da Copa dos Campeões da Europa (atual UEFA Champions League) em 1979 e 80, sempre durante a gestão do lendário técnico Brian Clough, considerado um dos mais brilhantes treinadores do futebol inglês em todos os tempos e que esteve à frente do time de 1975 até 1993.

Quando os Reds caíram para a terceira divisão, tornaram-se os primeiros campeões europeus a não estarem nas duas primeiras divisões de seus países. E até hoje, essa duvidosa honra ainda pertence apenas ao Nottingham, comumente chamado apenas de Forest, o que, inclusive, está registrado em seu escudo.

Foi em um jogo entre Nottingham Forest e S
heffield Norfolk (atualmente Sheffield United) que pela primeira vez um juiz utilizou um apito. Até então, o juiz e seus auxiliares usavam apenas bandeiras para se comunicarem. Outra curiosidade é que também foi em um jogo do Forest em seu estádio, o City Ground, que colocou-se redes nas traves, que até então eram apenas os três paus.

O nome da cidade ficou famoso com a história de Robin Hood, que morava nas florestas de Sherwood, originalmente localizada de fato entre Nottingham e Doncaster, mas atualmente reduzida a menos de 5 km² de extensão, após inúmeros processos de desmatamento. Por causa disso, Sherwood virou um parque nacional, além de continuamente receber dinheiro de instituições destinadas a manter sua existência.

A origem do nome de Nottingham é bastante curiosa: por volta do ano 600 a.C., a região, conhecida como Tigguo Cobauc ("local das cavernas profundas") foi conquistada pelo saxão Snot, que renomeou-a como "Snotingaham", que significa "o lar do povo de Snot": inga = "o povo de" e Ham = "lar".


2 comentários:

Persio Presotto disse...

Você, de fato, é um estudioso da bola. Está ótimo o texto. Grande abraço e sucesso com o livro!
PP

Gilson disse...

Obrigado por mais essas informações históricas sobre o Nottingham. Pena que ele não esteja na Premier League.