sábado, 8 de setembro de 2007

Bélgica de 1982

Sempre simpatizei com a seleção da Bélgica em Copas do Mundo e nunca soube muito bem o porquê. Quando li essa matéria no switchimageproject, site parceiro, lembrei: a linda camisa que eles usaram na Copa de 82, a primeira Copa que eu tenho lembranças.

Acima, o desenho feito por Luar Negara mostra que os detalhes pretos nas faixas amarelas, que muitos pensavam ser pequenas coroas (posto que a Bélgica é uma monarquia, como mostra o antigo escudo da camisa, também em destaque) são, na verdade, pequenos logotipos da Admiral, a fabricante do uniforme, como se vê abaixo. Hoje em dia, a Admiral veste apenas o Leeds United, mas veste toda a seleção inglesa de críquete.

Aquela seleção belga, treinada por Guy Thys, fez o primeiro jogo da Copa, derrotando a Argentina (campeã de 1978) por 1 x 0, com gol de Erwin Vandenbergh. Depois, venceu El Salvador (que havia perdido pelo placar de 10 a 1 da Hungria) também por 1 x 0, gol de Coeck. Três dias depois, um empate em 1 x 1 com a Hungria (gol de Czerniatynski), o que classificou o time para a segunda fase, onde esteve num triangular com Polônia e União Soviética. Com duas derrotas (0 x 3 e 0 x 1), os belgas foram eliminados.

Era a base do time que faria sucesso em 1986, no México, quando chegou à 4ª colocação, sempre treinada por Guy Thys, com o estupendo goleiro Pfaff (que hoje estrela um reality-show chamado De Pfaffs, aos moldes do famoso programa "Os Osbournes"), o lateral Vercauteren (apelidado "O Pequeno Príncipe" e hoje técnico do Anderlecht), o atacante Vandenbergh (um dos maiores goleadores da história do futebol belga e que hoje agencia seu filho, Kevin Vandenbergh, que joga no Genk), o volante Franky Van Der Elst (hoje técnico de futebol) e o atacante Czerniatynski.

Além deles, dois nomes são históricos: o lateral Eric Gerets, um dos jogadores que mais atuaram pela seleção belga, com 86 aparições (hoje, é técnico de futebol recém-saído do Galatasaray) e
Jan Ceulemans, o jogador que mais atuou no selecionado nacional, com 96 jogos e 23 gols. Ceulemans, hoje técnico do Westerlo, viveu o melhor período do futebol belga, quando o time chegou ao vice-campeonato da Eurocopa de 1980 e a boas campanhas nas Copas de 82, 86 e 90. Como jogador de time, iniciou a carreira no Lierse, da sua cidade-natal e fez toda sua fama no Brugge, onde jogou por 14 anos, fazendo 191 gols em 407 jogos.


7 comentários:

Ubiratan disse...

Bindi, um ato falho: Hungria x El Salvador de 1982 foi 10x1.

André Rocha disse...

Timaço mesmo! Em 86 só parou nos pés mágicos de Maradona. Ótima lembrança!

Gilson disse...

Eu também fui fã daquela seleção. Pena que depois a Bélgica não conseguiu repetir uma geração como aquela.

Expedito Paz disse...

Lembro desse time em 1986, já com o grande Enzo Scifo dando arte àquele meio-campo que não primava muito pela criatividade:)

E essa camisa era bem bonita mesmo!

E fala sério que o Pfaff estrela reality show... oh, céus:P

Anônimo disse...

omaior de todos foi vandenbergh por ter detonado argentina na copa de 82

Anônimo disse...

Era realmente um timaço: Pfaff, Renquin, Gerets, Mews, Millecamps, Van Moer, Coeck, Van Der Elst, Vercauteren, Van Den Berg, Ceulemans... Aquela Bélgica conquistou minha simpatia quando derrotou os argentinos: grande Van Den Berg!!!

Anônimo disse...

Pouco antes da Copa de 82 eu ganhei um despertador que possuía no mostrador um desenho de um lance de uma partida de futebol. O lance era uma disputa de bola por dois jogadores: um claramente vestindo as cores da seleção brasileira e o outro com um uniforme que lembrava o Brasil de Pelotas. Então peguntei para o meu pai qual seleção era aquela e ele, um pouco pensativo, respondeu:
-Acho que é a Bélgica!
Pronto, isto bastou para mim. Se até então Brasil, Itália e Alemanha eram as maiores a partir daquele momento a Bélgica passou a ocupar o mesmo lugar de destaque, pois se a Bélgica não fosse grande não estaria representada ali naquele despertador por um atleta disputando uma jogada com um jogador da até então única seleção tri-campeã mundial de futebol!