domingo, 9 de setembro de 2007

Merdeka Cup

Na minha participação como convidado no Loucos por Futebol do último sábado pela ESPN Brasil, falei da Merdeka Cup. A repercussão foi interessante, já que muitos nunca ouviram falar desse torneio ou acharam (justamente, diga-se) o nome muito curioso.

Claro que o nome nada tem a ver com o palavrão ou com a qualidade dos jogos, que a bem da verdade, não devem ser grande coisa. Merdeka é a palavra malaia para Independência e o torneio é disputado regularmente em comemoração à Data de Independência da Malásia (ocorrida em 31 de agosto de 1957) desde o ano da proclamação, quando Hong Kong venceu a Indonésia, Vietnã do Sul e Malaya.

Aqui cabe uma observação: Vietnã do Sul e Malaya são países que não existem mais. O Vietnã do Sul foi englobado pelo Vietnã e Malaya foi o primeiro nome da Malásia no pós-independência até 1963, quando Sabah e Sarawak se juntaram à Federação da Malásia.

O torneio, apesar de tradicional, nunca foi levado muito a sério no calendário futebolístico mundial, tanto que em alguns anos, times que sequer existiam participaram do campeonato: em 1963, participou um time chamado Commonwealth Forces (uma seleção do exército inglês formado por soldados malaios); de 1967 a 1970, havia uma seleção do Oeste Australiano; em 1977, jogou a seleção de Persebaya (reunindo vários times indonésios); em 1981, foi a vez da Seleção Paulista (que foi vice-campeã, derrotado pelo Iraque); em 1982, a seleção de Santa Catarina, que foi campeã, vencendo Gana na final; em 1983, uma seleção de Buenos Aires (que acabou campeã) e novamente a seleção de Santa Catarina, além de um combinado sul-coreano chamado "88", de um combinado dos Estados Unidos e de uma seleção do interior malaio chamada Malaysian Tigers; em 1984, haviam vários combinados: malaio, argentino, brasileiro e argelino; em 1986, um combinado tchecoslovaco foi vice-campeão; em 1995, com um combinado búlgaro.

Além disso, é comum a presença de times, como em 1985, com o América-RJ, o Swansea (País de Gales); em 1987, o Halmstads e o Vejle (Suécia), além do Dnepr Dnepropetrovsk (então União Soviética), Velez Mostar (então Iugoslávia) e Ujpesti Dózsa (Hungria); em 1988, o Hamburgo (alemão) e o Tirol (Áustria); em 1991, com o Admira Wacker (Áustria) e o Slovan Bratislava (da então Tchecoslováquia); em 1993, com o CSKA Sofia (Bulgária) e Aarau (Suíça); em 1995, com o Vasas Budapeste (Hungria).

Também jogaram muitas seleções B, como em 1972
, com Myanmar (então Birmânia) B; em 1979, com a Coréia do Sul B; em 1985, com a Indonésia e a Malásia sub-23; em 1987, com a seleção olímpica da Tchecoslováquia; em 1988, com o sub-19 da União Soviética; em 1991, com as seleções olímpicas da Malásia, da China e da Dinamarca; em 1993, com a Coréia do Sul B; em 1995, com a sub-20 da Coréia do Sul; em 2000, 2001 e 2006 com a seleção sub-20 da Malásia; em 2007 com os times sub-20 de Indonésia, Malásia, Singapura, Zimbábue e Bangladesh.

O único time brasileiro a jogar a Merdeka Cup (excetuando-se seleções e combinados) foi o América carioca, que dispuitou a edição de 85, perdendo para a Coréia do Sul (0 x 2) e vencendo Malásia (4 x 0) e Tailândia (5 x 0). Na semifinal, o Diabo passou por Gana, 2 x 1, até que na final uma espetacular derrota por 7 x 4 diante da Coréia do Sul deu o vice-campeonato ao time brasileiro.


2 comentários:

Dassler Marques disse...

hahahaha

nessa hora, a cara de espanto dos colegas ali presentes foi o melhor

abraço bindi!

Alexandre disse...

Só hoje vi este post e na hora me lembrei de uma cena hilária que vi na extinta TV Manchete. Era uma mesa redonda comandada pelo Alberto Léo (hoje na TVE) e que contava com a participação do saudoso Sandro Moreyra. Léo pediu a Sandro que comentasse a participação do América em um torneio na Ásia. Sandro, visivelmente contrariado, disse que jamais pronunciaria o nome do torneio na frente das câmeras, o que seria um "desreipeito" ao telespectador. Muito constrangido, Alberto Léo disse: "mas só porque o nome é Copa Merdeka?" Aí a gargalhada foi geral, a mesa toda se acabou de rir. E quem estava em casa também. Isso foi em 1985, pelo que constatei neste post.