sexta-feira, 30 de maio de 2008

Estrangeiros na Euro-2008

Nessa semana, saiu a lista de todos os convocados para a Euro-2008, que começa dia 7 de junho. Entre tods as seleções, apenas Holanda e Romênia não possuem estrangeiros naturalizados (e mesmo assim, a Holanda têm vários nascidos na Holanda, mas filhos de pais estrangeiros, especialmente surinameses e antilhanos). Se é um dado preocupante ou apenas curioso, vai uma longa discussão. Mas é algo a ser seriamente observado.

Abaixo, a lista dos "estrangeiros".

Alemanha


Neuville

Suíça

Klose

Polônia

Trochowski

Polônia

Podolski

Polônia

Kuranyi

Brasil



ÁUSTRIA


Vastic

Croácia

Gërçaliu

Albânia

Garics

Hungria

Harnik

Alemanha



CROÁCIA


Robert Kovač

Alemanha



ESPANHA


Marcos Senna

Brasil



FRANÇA


Mandanda

República Democrática do Congo

Boumsong

Camarões

Vieira

Senegal

Makelele

República Democrática do Congo

Malouda

Guiana Francesa

Evra

Senegal

Thuram

Guadalupe



GRÉCIA


Vintra

República Tcheca



ITÁLIA


Camoranesi

Argentina

Perrota

Inglaterra


POLÔNIA


Roger Guerreiro

Brasil



PORTUGAL


Bosingwa

República Democrática do Congo

Petit

França

Pepe

Brasil

Nani

Cabo Verde

Deco

Brasil



REPÚBLICA TCHECA


Jankulovski

Macedônia



RÚSSIA


Semak

Ucrânia



SUÉCIA


Linderoth

França



SUÍÇA


Djourou

Costa do Marfim

Gelson Fernandes

Cabo Verde

Behrami

Kosovo

Jakupović

Bósnia Herzegovina

Vonlanthen

Colômbia



TURQUIA


Balta

Alemanha

Mehmet Aurélio

Brasil

Kazım

Inglaterra

Erdinç

França

Altıntop

Alemanha




8 comentários:

Braitner Moreira disse...

E a Itália ainda tem o Perrotta, que nasceu na Inglaterra.

Philip Andrey disse...

Onde fica Dêguen?

pedro disse...

o numero de estrangeiros cresce a cada competição, parece
mas é preciso separar as coisas, eu acho: tem muita gente aí que é nascida em ex-colônias que conseguiram a independência há pouco tempo. os casos, a la marcos senna ou roger guerreiro, de jogadores que mesmo sem ter nenhum vínculo anterior adotaram a cidadania de outros países ainda são bem minoritários.
então é complicado, por exemplo, classificar os franco-africanos de "estrangeiros". porque, afinal, nego foi la e impôs uma ordem colonial. o mesmo vale para portugal e afins. e o caso das ligações alemanha-polônia, bem, a alemanha é um país de unificação tardia e que tem uma história bastante ligada À da polonia, quando menos pela invasão na segunda guerra.
seria interessante compilar uma estatística que discriminasse o caso de ex-colonias & filhos de imigrantes (camoranesi, por exmeplo, é filho de italianos que emigraram) e jogadores sem vínculos anteriores. aí poderíamos comparar e saber se este número está aumentando (imagino que essa seja a questão crucial, né, pq é o que poe em xeque o proprio conceito de "nação". pelo menos no caso do marco aurelio ele ainda tentou "se adaptar" e adotou o nome 'mehmet aurelio'...ja os outrs...

Bruno Silva disse...

Roger jogando a Euro. Vou começar a fazer um DVD meu... quem sabe, né?

Crei o Futeblogs. Um grupo de emails pro pessoal blogueiro de futebol possa trocar mais idéias, discutir futebol e avisar de atualizações.
Se inscreve lá, belê?
http://br.groups.yahoo.com/group/futeblogs

Para se inscrever no grupo é só mandar um email para:
futeblogs-subscribe@yahoogrupos.com.br

Abraços!!
Bruno Silva
http://pandegosepatuscos.blogspot.com

Peterson disse...

E o Mário Gomes, da Alemanha?

Expedito Paz disse...

Pra quem perguntou, o Mario Gomez é alemão mesmo, mas o pai dele é espanhol. Por isso o nome latino.

nuno leão disse...

Se Portugal tivesse convocado o Manuel Fernandes haveria um caso ainda mais curisoso. Têm dupla-nacionalidade: Caboverdiano e Português. Aliás só se naturalizou português com 16 ou 17 anos. Mas o insólito aí é que acho que ele nunca foi a Cabo Verde. Pelo menos até ter 17 anos, não. Nasceu em Lisboa mesmo.

Pedro Vinicius disse...

bem deixo esse comentario com tristeza por que fiquei sabendo que nessa ultima terça feira nosso adoravel luiz fernando bindi faleceu obrigado por tudo luiz fernando bindi