terça-feira, 15 de abril de 2008

Dalai Lama

Sou contra as Olimpíadas na China. O país é uma ditadura sangrenta, corrupta e repressora. O COI fecha os olhos para isso. O Tibete é apenas um sintoma. De um grande câncer.

Hoje à noite, o jornalista Juca Kfouri afirmou que são coisas distintas, já que segundo ele, "o Dalai Lama não é flor que se cheire". Gostaria de saber dele, a quem respeito, o porquê dessa afirmação.

Espero não ter sido um chute.

2 comentários:

Arthur Virgílio disse...

Cheirar, Juca Kfouri? Aí nem coisa... o cara não sabe se comunicar.

Carlos disse...

A China passou direto do regime feudalista para o comunismo. Sua população nunca viveu um dia sequer de liberdade democrática. Por sinal, eles acham democracia uma enorme bobagem. A suposta modernidade não é capaz de esconder o enorme atraso social do país, principalmente fora dos grandes centros urbanos - onde, aliás, a vida é horrível, por causa da poluição. É o país que mais aplica a pena de morte - e as execuções são feitas coletivamente e em público, sempre com a mesma técnica: um tiro na nuca (e a conta é mandada para a famíla do executado). Mas a China é o xodó do mundo capitalista, paparicada e bajulada por aqueles que nela enxergam apenas um gigantesco mercado consumidor. Até uma Olimpíada eles ganharam. É o verdadeiro "país do futuro". E o Brasil, Argentina e outros países ditos emergentes que preferiram a democracia? Que se danem.